Rue du Bac

O 7ème arrondissement de Paris, localizado na rive gauche da cidade, onde é possível encontrar alguns dos principais pontos turísticos como a Torre Eiffel, os museus Rodin e d’Orsay e o Hôtel des Invalides.

É nesta central e valorizada zona de Paris, na proximidade da Boulevard Saint-Germain, que se projeta o apartamento da Rue du Bac, um novo espaço de habitar para um casal.

O apartamento no interior de um quarteirão, com apenas 82m2 de área, apresenta uma planta retangular com 10m x 8m,  o espaço caracteriza-se por ter duas fachadas exteriores opostas com três janelas cada. Esses vãos encontram-se distribuídos de forma equilibrada e estão localizados frente a frente.

Essa distribuição dos vãos no espaço cria relações e transparências que o caracterizam e que são os pontos de partida para o desenvolvimento do projecto.

Depois de uma vida familiar intensa, com a saída dos filhos de casa, o casal procura um novo espaço para viver, um espaço mais pequeno onde só o essencial permanece.

O programa é desde o seu inicio bem definido: um quarto grande, duas casas de banho para serem utilizadas independentemente por cada membro do casal, dois quartos de vestir, um pequeno escritório para ela, a possibilidade de albergar os netos temporariamente, e finalmente um espaço mais público: a sala, cozinha e zona de refeições.

O projecto é assim organizado de modo a responder ao extenso programa e simultaneamente enfatizar as qualidades espaciais do espaço existente. É enfatizada a relação vis-a-vis das janelas e simultaneamente são libertadas as paredes exteriores de modo a promover uma distribuição circular dentro do apartamento, criando uma vivência fluida e flexível do espaço.

Ainda para promover a flexibilidade e gerir a permeabilidade dos espaços é introduzido um novo elemento marcantee estruturante: o biombo.

O biombo funciona como um filtro no espaço e é através das suas portas móveis, que se abrem ou fecham conforme as necessidades, que o espaço é exposto e revelado ou escondido e reservado.

No apartamento predomina a presença de dois elementos: madeira e branco, que se articulam, misturando-se ou destacando-se, de forma a responderem de uma forma sistemática às necessidades dos espaços e elementos que o constituem.

A madeira usada é o carvalho e é utilizada no pavimento com um soalho de grandes dimensões, assim como nos armários revestidos a folha de carvalho. No resto do espaçopredomina o branco, que é utilizado na pintura das paredes, tectos e portas.

Nas casas de banho, a utilização de um material compósito homogêneo – corian – utilizado no revestimento das paredes, permitiu o desenho à medida do espaço, dos lavatórios, duche e banheira.

Finalmente na cozinha, uma longa bancada em quartzo natural branco, que se articula com a mesa de refeições construída com a espessa madeira do pavimento. 

  

 

Local Rue du Bac, Paris

Cliente Particular

Arquitectura Catarina Almada Negreiros e Rita Almada Negreiros

Colaboração Sílvia Rocio

Construção BEC

Data  2014

Fotografia FG+SG - Fotografia de Arquitectura