Casa de Santarém

A casa implanta-se na zona mais alta do terreno, junto à estrada que o limita a Norte, libertando o resto do terreno para usufruto da mesma, onde a estrutura verde, essencialmente de olival, pontualmente com alguma árvore de fruto, é conservada e defendida.  Desta forma, é ainda minimizado o impacto da construção nesta paisagem de baixa densidade e de forte carácter agrário.

É proposta uma tipologia de “casa pátio”, que à semelhança da antiga casa da família, situada nas portas do Sol em Santarém ( actual Fundação Passos Canavarro ), se caracteriza pela importância estruturante do pátio na organização dos espaços.

A casa é desenvolvida essencialmente num piso, de forma a articular o volume proposto com um muro que delimita o terreno na zona superior do lote, a Norte, junto à estrada.

Apesar da volumetria quadrangular e da organização bastante simples da planta, a casa adapta-se à morfologia do terreno, definindo várias cotas que organizam diferentes usos, sempre relacionados com os diferentes espaços exteriores.

Também a cobertura reage à suave topografia do terreno, hierarquizando por um lado os espaços interiores e por outro evidenciando-se como um forte elemento na volumetria da proposta.

A casa articula diferentes espaços exteriores: um pátio central que articula todo o programa; um pátio a nascente e uma horta a poente.

A entrada é definida por uma galeria exterior, à semelhança da antiga casa da família, organizando não só a entrada dos visitantes como um alpendre onde se poderá arrumar o automóvel.

O programa da casa organiza-se através de três áreas principais: A sala, a  cozinha / sala de jantar e o quarto das crianças. Entre estas três grandes áreas estão ainda dispostos um quarto principal de casal; um quarto de hóspedes; uma lavandaria / arrumos e as casas de banho.

A sala articula-se com a cozinha / sala de jantar através de um espaço exterior que através de grandes superfícies envidraçadas no nível térreo, permite uma grande fluidez e transparência. Sobre este espaço exterior, existe uma mezzanine ( ponto mais alto da casa ), que embora se articule visualmente com os vários espaços adjacentes, é um local mais reservado, onde se pode organizar uma biblioteca, um escritório ou uma sala de televisão. 

A circulação interna é definida em torno do pátio, existindo porém importantes eixos de transparências que cruzam toda a casa através do pátio central, definindo passagens sequenciais e vistas lineares. 

 

Local Santarém, Portugal

Cliente Particular

Arquitectura Catarina Almada Negreiros e Rita Almada Negreiros 

Data em construção